quinta-feira, 27 de novembro de 2008

PORQUE EU CRIEI ESTE BLOG

A iniciativa desse blog surgiu por dois fenômenos: o primeiro é chamado second-life. O segundo é o fenômeno das pessoas, que quase como jargão, teimam em repetir “minha vida é uma merda”. Os dois fenômenos me parecem aberrações! O primeiro, chamado second-life,conheço mais ou menos: criei um avatar chamado Galadriel Garfunkel -para bons conhecedores de Lord of the Rings- mas foi só pra poder acompanhar o trampo de um primo meu que anda ganhando dinheiro virtual. O segundo me choca tanto quanto o primeiro. Gerei uma nova vida e mesmo sabendo que todos nascemos da mesma maneira, me sentia portadora de um milagre
É por achar minha vida bem legal, aliás, bem mais legal que a vida da Flora e da Donatella, por ter uma idéia meio nebulosa de Deus, e por ser um expertise em novelas (assistia até o Vale a Pena ver de Novo quando estava de licença meternidade) que criei Minha Vida é uma Novela!

Todas as histórias aqui registradas são verdadeiras e qualquer conexão com a ficção é mera coincidência. O fato é que todas as minhas amigas, diga-se bem, TODAS AS MINHAS AMIGAS são um perfil em busca de um autor. E tem até aquelas que se alguém inventasse, a crítica especializada diria: “O autor carregou a mão na construção desse personagem! Que exagero”. Pois é!

Os absurdos são privilégios da realidade. Transformados em literatura, perdem verossimilhança. Lá vai um exemplo didático: Se na vida real, nevar na Amazônia, nevou na Amazônia e ponto! Fazer o quê? Os cientistas vão buscar explanações, o Al Gore vai ganhar mais dinheiro e todo mundo vai achar que o mundo está virado, mas ninguém vai questionar o curso da vida ou do universo. Mas, se por outro lado, nevar numa Amazônia literária, das duas uma: ou ninguém avança na narrativa por falta de coerência, ou, em constando estes preceitos que segundo Bakhtin são básicos para uma boa literatura, o texto será tachado de ficção científica! Assim sendo, inauguro meu blog que fala sobre a minha vida como ela é: elementar, divertida e cheia de personagens ilustres! Um deles é você - afinal, duvido que algum leitor desavisado navegue por aqui, se não for amigo meu!

2 comentários:

Julia Priolli disse...

Blog sem comentários é sem comentários!

Silvana Bárbara disse...

Julia,
Não duvide !
Das 3 últimas postagens, viajei até aqui justamente pra saber porque tudo começou.
E, gostei do que vi.
Te vejo no twitter